faz de conta que o que é, é!... avança o peão de rei.

...
o mistério difícil
em que ninguém repara
das rosas cansadas do dia a dia.

José Gomes Ferreira

Brel, sempre e eu... j'arrive!

Loading...

quinta-feira, 23 de abril de 2009

ou... "Uma História Com Final (aparentemente) Feliz" - 22

22.

É agora a altura do Narrador ter uma palavrinha. Sabe, este, que a sua participação é normalmente perturbadora, nem sempre cumpre os cânones da escrita literária (ainda que de cordel...), e tem os seus detractores contumazes, mas não resiste.
Vem ele, o Narrador, dizer que não vai perder tempo a narrar o mais espectacular, o que poderá eventualmente ser aproveitado para quem desta narração queira fazer um filme: a operação de salvamento, com o helicóptero a sobrevoar o Homem e a “pescá-lo”, o poisar logo ali a poucos metros, o emocionante aparecimento e descida do encharcado homem do passaroco metálico, as palmas, a sua atitude confusa, assarapantada e sem jeito, o abraço do Director da Agência, a calorosa recepção do Senhor Administrador, a emoção do Guarda Republicano... essas cenas todas. Cenas que ficaram registadas para virem a passar no jornal das oito. Quem as não tenha visto no “jornal” televisivo, terá a oportunidade de procurar num desses chamados “aparelhos de busca”, ou no respectivo canal, ou num You Tube qualquer.
Por isso, o Narrador passa nesta jogada.
Afasta-se, discreto. Não sem registar um abraço a que dá muito valor porque quer que ele fique na história que está a narrar: o abraço e a breve troca de palavras entre o Guarda Republicano e o Homem.


E assim poderia terminar O Caso do Homem do Guincho, com a transmissão das emocionantes imagens, que se repetiriam quanto as audiências o justificassem e até em guião para o filme de ficção (do cordel) se já se insinuou ter veleidades de poder ser.
Mas, para tudo isso, e também para aqui, onde vendo sendo contado, O Caso ainda não terminou.
Ainda há uns finais para contar.

1 comentário:

Maria disse...

Esta entrada do "Narrador" foi de mestre...
Registo com alegria o teres salientado o abraço entre o Homem o o guarda republicano. É que pode dizer tanto...

Então até sábado.
Sábado????
Bom 25 de Abril, beijos e um cravo Vermelho!