faz de conta que o que é, é!... avança o peão de rei.

...
o mistério difícil
em que ninguém repara
das rosas cansadas do dia a dia.

José Gomes Ferreira

Brel, sempre e eu... j'arrive!

Loading...

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Coisas que se dizem...

- Conheço-o há muito tempo.


- Tenho por si muito respeito e consideração.
- Acompanho a sua actividade com muito interesse.


- Tive conhecimento de posições suas no Parlamento Europeu que muito valorizo.
- Lei-o desde a Seara Nova...
Alto! Quase me apetece dizer "desisto".


Se me conhecem há tanto tempo, e respeitam muito, e valorizam actos e posições, e têm lido o que tenho escrito... para que serviu isso tudo?, para dizerem o que dizem?, para escreverem o que escrevem?, para fazerem o que fazem?


Logo recupero: mesmo no pior terreno há sementes que germinam!


.


Claro que isto é tudo ficção...

segunda-feira, 18 de abril de 2011

É assim!

Ter a vida de amigos presa por fios é, também, sentir em nós a fragilidade dos fios que nos prendem à vida.

É assim. É assim a vida.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Textos da corda

Nem coloco isto no anónimo do século xxi.

Este texto não é político, é "político", é um "texto da corda". E, ainda por cima, escrito por alguém que conheço e tenho por bem intencionado. E que se julga de esquerda...

Aqui fica como registo. Para memória futura das ficções e outras coisas acabadas em ões como ilusões, desilusões, dislates e desvarios.