faz de conta que o que é, é!... avança o peão de rei.

...
o mistério difícil
em que ninguém repara
das rosas cansadas do dia a dia.

José Gomes Ferreira

Brel, sempre e eu... j'arrive!

Loading...

quarta-feira, 14 de março de 2012

segunda-feira, 5 de março de 2012

Caminho



De olhos na estrada,

calcorreio, passo a passo,

o espaço que percorro,

fixado no que será o meu chão.

Levanto os olhos do chão,

levanto-os para os verdes das árvores,

para o azul infinito.

Levanto os olhos para o horizonte

(não para o céu em que tantos acreditam).

Faço, a andar, o caminho

(que não há outras maneiras de o fazer…).

Já vejo a casa e o poiso.

Desta vez chegarei!


Por quantas mais?

domingo, 4 de março de 2012

e depois de agora?... e fora de aqui?

O meu problema é sempre o mesmo:
sinto-me bem... e depois?
sinto-me bem hoje, onde estou... e mais tarde, fora de aqui?
sinto-me bem nas cercanias, agora... e nas lonjuras, mais logo?

sexta-feira, 2 de março de 2012

É isto que eles querem...

Fazer de cada homem um explorador.
E de cada explorado um não-homem!

puta que os pariu !
(em grito!)