faz de conta que o que é, é!... avança o peão de rei.

...
o mistério difícil
em que ninguém repara
das rosas cansadas do dia a dia.

José Gomes Ferreira

Brel, sempre e eu... j'arrive!

Loading...

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Olho... e sou poeta! (provisoriamente...)

Quando me dá o viso da poesia, começo (quase) sempre pelo… olhar:

olho os verdes…
olho em meu redor
olho as caras
olho os sorrisos
olho o quintal
olho o rio
olho as serras
olho o mar
olho - ao km. 110 da A1 – os castelos
olho as andorinhas
olho o gato
.

olho os olhos da amada…
… e sou poeta!
.


Olho os botões em flor. Olho, de novo, tudo a nascer. Porque é, mais uma vez, Abril.
.

























Mais uma vez, de novo Abril…
E lamento não ter uma máquina fotográfica que fixe
estas pequenas e desapercebidas maravilhas como elas merecem.
Porque não o serão sempre.
Foram, nos anos passados e vividos. São neste. Serão, talvez…, no próximo.
E depois?

6 comentários:

Maria disse...

Já desconfiava que a Primavera é bonita no Zambujal... mas não a sabia tão bonita...

:)))

Sérgio Ribeiro disse...

Ó Maria, com que rapidez comentaste... E nem me deixaste apurar a "obra"!
Foi ontem que, aqui deZésado, fui até ao quintal aproveitar o sol, acompanhado pelo Mounti.
Foi um quarto de hora agradável, que se seguiu por uma meia hora de "composição" em papel e, hoje, dada a aprovação da "alvo", mais uns três quartos de hora de postagem (isto dá cá um trabalho... para sair algo publicável!).
Obrigado, Amiga, pelo comentário tão estimulante. Vou informar... o quintal!

Beijos

A que também gosta de olhar... disse...

Ó poeta, vou lá fora ver se está tudo a condizer...queres vir?

Maria, já há glicínias abertas a embriagar-nos de perfume. Queres vir cheirar??

cristal disse...

E depois é o depois... Agora há uns "agoras" fantásticos mesmo que às vezes não o pareçam.

Maria disse...

Olha que eu vou... sabes que gosto do cheiro das glicínias...

Beijos
até (quase) já

GR disse...

…depois é, o amanhã. Talvez com cores mais empalidecidas e aromas ténues.
Hoje, Abril ainda é enérgico e colorido.

Parabéns! Tão lindas e comoventes palavras.

Bjs,

GR