faz de conta que o que é, é!... avança o peão de rei.

...
o mistério difícil
em que ninguém repara
das rosas cansadas do dia a dia.

José Gomes Ferreira

Brel, sempre e eu... j'arrive!

Loading...

segunda-feira, 29 de junho de 2009

novaiorquinas (do cordel) - 1

Nunca encontrei um motorista de táxi tão antipático. Eles há de tudo - como aquele da manhã ainda lisboeta que era cá um "cromo"... -, mas tão antipático como este nunca tinha encontrado. Bom profissional, faça-se-lhe justiça. E deve achar, e bem, que não tem que ser também funcionário de agência de turismo...
Um outro primeiro impacto nos provocou com uma realidade novaiorquina, a do "tip", a portuguesinha gorgeta, que, aqui, viemos a confirmar, é instituição: há a que está na conta e mais a informal mas "obrigatória", no mínimo mais metade daquela.
Pois que seja. Mas não gosto. Acho degradante. Para quem dá (?), e para quem recebe. Feitios.

3 comentários:

Maria disse...

Também acho. Mas faz parte do sistema, desse...
Money, money, money... etc.
(Liza Minelli)

Desfruta NY e até à volta1

cristal disse...

Também não gostei nada, nada.

GR disse...

Pensava que ai não havia!

GR