faz de conta que o que é, é!... avança o peão de rei.

...
o mistério difícil
em que ninguém repara
das rosas cansadas do dia a dia.

José Gomes Ferreira

Brel, sempre e eu... j'arrive!

Loading...

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Mais um...

Um "rapaz do meu tempo" morreu ontem, e acompanhei hoje o seu enterro.
Morreu, dizem..., de um tumor que se escondera dentro do hemisfério direito do seu cérebro e, sorrateiramente, à "má fila", fora crescendo, como quem não quer a coisa, até o consumir.

1 comentário:

Justine disse...

Ou por isso ou por qualquer outra razão, o certo é "isto" acaba sempre mal, como dizia o poeta...