faz de conta que o que é, é!... avança o peão de rei.

...
o mistério difícil
em que ninguém repara
das rosas cansadas do dia a dia.

José Gomes Ferreira

Brel, sempre e eu... j'arrive!

Loading...

terça-feira, 13 de julho de 2010

Voltar é "doce" mesmo quando ir não é "magoado" (expressões do crioulo)

Primeiro, rumámos a sul.
Depois, virámos a leste
… e fomos na horizontal,
deixando que o Alentejo nos tomasse de mansinho,
fugindo a cair na vertical da planura.
E de Mora, Brotas, Pavia ficámos,
como sempre nos acontece ficar:
mais alentejanos, mais portugueses, mais nós!
.
Agora, fazemos o caminho ao invés,
no regresso à casa que nos espera
no fim de todas as viagens.

3 comentários:

Maria disse...

Voltar é sempre doce. Ir ao Alentejo, nestes dias, é muito quente...

:))
Beijos.

Justine disse...

Não era só a casa que nos esperava...ansiosamente:))))))

GR disse...

A casa abraçava-vos, mas havia também à espera um olhar Amigo e doce.

Bjs,

GR