faz de conta que o que é, é!... avança o peão de rei.

...
o mistério difícil
em que ninguém repara
das rosas cansadas do dia a dia.

José Gomes Ferreira

Brel, sempre e eu... j'arrive!

Loading...

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Um conselho...

Uma vez, um amigo telefonou-me.
Parecia aflito.
- "É pá!, preciso que me dês um conselho..."
- "... não dou!..."
- "... é pá!... mas tu és meu amigo..."
- "Pois sou. Não dou é conselhos a ninguém, e muito menos a amigos..."
- "Porra!... és sempre o mesmo... mas queria uma opinião tua..."
- "... pois sou... sempre o mesmo... Uma opinião minha? É pá, é p'ra já!, à tua inteira disposição... ora diz lá o qu'é que se passa... ou vamos beber um copo?..."
(...)

4 comentários:

Maria disse...

Nunca te conheci como conselheiro...
... já como 'opinador', sentado à mesa com o tal de copo à espera de ser bebido...
Bem, acho que estou mesmo é com saudades de uma amena cavaqueira (sem cavacos) e de um copo para quebrar esta abstinência forçada...

Beijo.

Pata Negra disse...

Isso de "conselheiros" não é uma profissão?! Que eu saiba, quem precisa de conselheiros são os presidentes que não sabem ou não têm tempo para pensar naquilo que dizem.
- Se tu fizeres aquilo que eu digo gostarei de ti!
- Então faz isso tu para gostares de ti próprio!
Um abraço aconselhável

Justine disse...

Importante, a distinção!

GR disse...

Ri-me ao ler-te.
Mas que sorte tem o teu amigo, uma opinião tua é sempre um grande privilégio.
Bjs,

GR