faz de conta que o que é, é!... avança o peão de rei.

...
o mistério difícil
em que ninguém repara
das rosas cansadas do dia a dia.

José Gomes Ferreira

Brel, sempre e eu... j'arrive!

Loading...

domingo, 18 de outubro de 2009

Conversas na manhã

- Bom dia, vizinha!
- Deus o salve…
- Frescote, hem?
- Pois ‘tá. E inda agora no rádio diziam que lá p’ró Algarve as praias estão cheias…
- É... Têm estado. E aqui o sol vai levantar.
- E atão… tão cedo cá por fora?
- Vim tratar de umas coisas da rega… vai até à missa?
- Vou ver se Deus
(disse assim, com D) me ouve... s'Ele existe. (disse assim, com E)
- Ó vizinha!... se ele existe?
- Eu cá acredito que sim...
- Se a vizinha acredita que existe, ele existe para si.
- Lá está o vizinho c’as suas coisas. Olhe qu’Ele existe...
- Boa missa! E fale-lhe alto.
(se fosse ela a escrever, ou se ela escrevesse, teria escrito Lhe)
- E olhe que vou rezar por si.
- ‘Brigadinho!

3 comentários:

Maria disse...

Lá estás tu com as tuas conversas, ao domingo, logo de manhã...

Bom dia!

Justine disse...

Não notaste que o dia te correu bem hoje? Olha se não fosse a vizinha a rezar por ti...:))

GR disse...

Adorei escutar esta conversa.
Deste mais trabalho à vizinha, agora não só tem que rezar por ela, como por ti.

Bj,

GR