faz de conta que o que é, é!... avança o peão de rei.

...
o mistério difícil
em que ninguém repara
das rosas cansadas do dia a dia.

José Gomes Ferreira

Brel, sempre e eu... j'arrive!

Loading...

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Coisas que me passam pela cabeça

... e então Marx disse: a religião é o ópio do povo... acabe-se com a religião!
Vai daí, Lenine fez o decreto e Staline pô-lo em execução (já vão dizer: executou-o!... 'tou mesmo a ver...).
(é para lembrar isto que servem os anónimos!)
.
Entretanto, o Ser Supremo reagiu, entrou na luta de classes. Com a ajuda de Keynes, e este com o argumento de que era preciso manter a procura efectiva, pôs os desempregados a construir estádios ao lado das basílicas (nalguns casos no sítio das ditas) que ninguém sabia para que serviam mas, ao 7º dia, em vez de descansarem, os dois inventaram o futebol.
Os desempregados passaram a ir ao futebol gastar o subsídio de desemprego. Isto enquanto o Ser Supremo não inventa outro ópio que, este já tem os dias contados, isto é, os estádios vazios.
Cá pelo rectângulo ibérico, para nos fazer crescer a auto-estima por ele, o Sócrates (con)sagrou-se o Primeiro Ministro dos Maiores Mentirosos (1º MMM), com direito a lugar no Guiness (pretinha e não muito fresca, se faz favor). Do mesmo lado, o Passos (de) Coelho anda na procissão dos ditos, com os olhos no chão à procura da responsabilidade que parece que perdeu e da maturidade que nunca teve (isto é o que dizem...).
Por fim - como podia ter sido no princípio, mas este fica para o verbo -, também há quem diga que o doutor Cavaco, de sobrenome Presidente da Silva, se atirou ao mar salgado quanto do teu sal são lágrimas de Portugal.
.
Desculpem lá qualquer coisinha...
A culpa é dos anónimos. E vivam os Jerónimos!
Mas não o Mosteiro, os de Sousa.

4 comentários:

Maria disse...

E que nos fazem pensar...
A capa da Sábado é confrangedora. E há gente que não acredita.

Beijo.

Maria disse...

está qui o link

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=439443597943&set=a.54754942943.68146.52858607943

Justine disse...

Viva também o nonsense, o humor e a raiva que te faz escrever assim!!

GR disse...

Num corrupio de palavras fazes uma análise política, de tão bem feita até parece que brincas, mas, só com as palavras, porque a análise está lá toda e é muito séria.
Viva o Jerónimo e quem fez este texto!

Bjs,

GR