faz de conta que o que é, é!... avança o peão de rei.

...
o mistério difícil
em que ninguém repara
das rosas cansadas do dia a dia.

José Gomes Ferreira

Brel, sempre e eu... j'arrive!

Loading...

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Amores-perfeitos

advertência:
este é um blog intimo
(quase confessional),
onde toda a gente pode entrar,
mas onde apenas têm entrada desejada,
querida!,
os amigos íntimos,
isto é, os amigos
Tive amores-perfeitos.
Ah!, pois tive...
Mas,
afinal...,
não eram.
Porque não há amores-perfeitos.
Há é amores desfeitos.
Ah! isso há!

Depois dos amores-perfeitos,
parece que encontrei
(ou seja, que encontrámos)
um amor (per)feito… um para o outro.
Sim, senhores, encontrámo-nos!
E encontrámo-nos há três décadas,
(no J(á)amor, na Festa, veja-se lá…)
... e venham lá dizer-nos que não somos (per)feitos…
… um para o outro!)
Até porque nos temos vindo a aperfeiçoar,
a(per)feiçoando-nos ano a ano, dia a dia.
Não que todos os 365 dias destes tantos anos
(mais um para os já vários bissextos…),
ou todas as 24 horas destes incontáveis dias
tenham sido perfeitos (os dias e os anos)
ou perfeitas (as horas).
Não!
Nem pensar…
Mas temos vindo a melhorar
as imperfeições dos anos,
as imperfeições dos dias,
as imperfeições das horas.
Somos os amores-perfeitos
… como é (im)possível sê-lo…
Tu, o meu;
eu (espero e venho-o confirmando…) o teu.
Cheios de imperfeições,
mas está tudo bem
no que respeita a estas possíveis perfeições
que são,
como já está dito e redito...,
impossíveis!

5 comentários:

Maria disse...

Esse é afinal o amor perfeito, porque o amor possível. E que dure e se renove todos os dias...

Beijos

Justine disse...

É uma linda estória,este amor(re)feito e (im)perfeito, não é?
Até parece (im)possível!!

Anónimo disse...

Começamos a ler este poema (que é assim a modos como uma conversa que se tem com amigos, ao serão) e vamos seguindo o ritmo das palavras, da conversa. Quando damos conta chegou ao fim... e temos pena.
Bonito de ler, bonito de ouvir, bonito de ver.

Campaniça

GR disse...

Lindo!
A Campaniça disse o que eu gostaria de ter dito (se assim soubesse dizer).

Bjs,

GR

PG disse...

"Os sonhos vêm e os sonhos vão. O resto é imperfeito."