faz de conta que o que é, é!... avança o peão de rei.

...
o mistério difícil
em que ninguém repara
das rosas cansadas do dia a dia.

José Gomes Ferreira

Brel, sempre e eu... j'arrive!

Loading...

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Pois continuo a c(a)ontar...

Canto do Cisne ... é uma expressão popular que serve para descrever um gesto ou esforço  antes da morte de um ser humano; esta expressão nasceu porque havia uma crença antiga que o cisne-branco era completamente mudo durante a sua vida até pouco antes da sua morte, quando exprimia uns belos sons. Hoje é sabido que essa crença, que surgiu na Grécia Antiga por volta do século 3 A.C. não é fundamentada porque os cisnes-brancos não são mudos, emitem grunhidos e assobios, e também não cantam ao morrerem. Mas ficou, como metáfora, a ilustrar os derradeiros trinados (belos como nunca antes) de um animal, cisne ou humano.


Pretensiosamente, há longos anos venho etiquetando os meus caontares como "cantos de cisne". 
"Cisneticamente", acho que já excedi os prazos... de fazer de cisne.
Deixá-lo... Bem ou mal, isto é, mal ou pior, continuarei a caontar!  

2 comentários:

Justine disse...

Ai de ti se não continuares!!!!!!!!!!!!!

Sérgio Ribeiro disse...

Pois... cantinuarei!