faz de conta que o que é, é!... avança o peão de rei.

...
o mistério difícil
em que ninguém repara
das rosas cansadas do dia a dia.

José Gomes Ferreira

Brel, sempre e eu... j'arrive!

Loading...

quarta-feira, 24 de junho de 2015

A sesta

O sol a passar para o outro lado das telhas, ainda lambendo as pernas e - logo logo - já só os pés estirados no banco de apoio à "cadeira de convés", os verdes a misturarem-se ao ritmo sem som da leve brisa, um fundo azul uniforme, sem núvens, a empena branca da casa vizinha como que num espreitar ausente de janelas.
O corpo que relaxa, as pálpebras que caem e se cerram...

(só a cabeça resiste e diz, para dentro de si: vou escrever isto!)

'tá feito. 

1 comentário:

Justine disse...

...e está muito bem! Como uma pintura...