faz de conta que o que é, é!... avança o peão de rei.

...
o mistério difícil
em que ninguém repara
das rosas cansadas do dia a dia.

José Gomes Ferreira

Brel, sempre e eu... j'arrive!

Loading...

sábado, 11 de agosto de 2012

Instantâneos de um casamento nos Castelos, na Sé Colegiada - 2

Enquanto todo o cerimonial
na Sé Colegiada,
indiferentes ao ritual,
às orações e aos sermões,
aos ajoelhares e aos levantares,
às mãos postas e aos beijinhos nos vizinhos,
uma jovem e um jovem dedilhavam,
obcecadamente,
jogos dos respectivos telemóveis.
Obcecadamente,
opiamente,
... dispensando o ópio da religião.

Depois, durante a refeição matrimonial,
entre os pratos que vinham e iam,
os garfos e facas a baterem na loiça
para os noivos se beijarem,
no meio do bulício e da animação,
vimo-los de novo,
aos dois jovens da Sé Colegiada,
continuavam a dar aos dedos,
desesperadamente,
nos seus infernais teclados.
Desesperadamente,
avidamente,
... alheios a tudo,
às comidas e às bebidas,
ao barulho e às gentes,
à VIDA!

que pena me fizeram...

2 comentários:

Pata Negra disse...

eu tenho pena é dos telemóveis: coitados!
Um abraço entre teclas

Raquelsav disse...

e as realidades paralelas que coabitam e transformam o ser que se é com o que se faz parecer... a mesma tecnologia que nos defende e corrói....