faz de conta que o que é, é!... avança o peão de rei.

...
o mistério difícil
em que ninguém repara
das rosas cansadas do dia a dia.

José Gomes Ferreira

Brel, sempre e eu... j'arrive!

Loading...

sábado, 13 de março de 2010

Bom dia

Vindo de Almeirim, deitei-me muito tarde (ou já era cedo?...)
E de manhã foi assim:
.
.
Acordar e deixar-me ficar.
Esticar o tempo de sono,
esticar o corpo
… esticar-me!
Deixar-me ficar,
adormecido,
esquecido.
Prolongar o vazio,
não abrir os olhos,
rejeitar a luz que invade o quarto,
não ouvir os ruídos que enchem a casa;
virar-me entre os lençóis,
mergulhar a cara na almofada.
.
Deixar-me ficar...
... assim.
.
Quero lá saber das horas que serão
e do que há para fazer…
deixar-me ficar...
.
(…)
(...)
Porra!,
tenho de ir mijar!
Tenho de me levantar!
.
O quê? Ainda não são dez!
.
Pronto... vamos lá começar o dia!

1 comentário:

Justine disse...

Pensamentos familiares:)))))))